Relembre 15 sertanejos que morreram e deixaram saudade na música sertaneja

166

O Movimento Country separou 15 nomes da música sertaneja que até hoje são lembrados com muita saudade pelo público; confira!

O Movimento Country resgatou 15 nomes de sertanejos que morreram Diversos artistas que foram extremamente amados pelo público amante da música sertaneja já perderam a vida deixando o Brasil de luto. Muitas foram as situações que levaram à perda de um grande cantor sertanejo, seja por acidentes ou devido à doenças graves. O fato é que duplas já foram separadas e sucessos já foram interrompidos em seu auge devido à mortes que deixaram saudade não só no ramo musical.

Em alguns casos, o artista acabou tendo um sucesso meteórico como foi o caso por exemplo de Cristiano Araújo e Gabriel Diniz, que ascenderam rapidamente no cenário nacional e tiveram uma morte trágica. Já em outros, um sucesso mais duradouro fez com que integrantes que compunham a dupla seguisse sem deixar os fãs completamente desolados como Leonardo, por exemplo, que ao perder o irmão Leandro não desistiu da carreira.

Sendo assim, o Movimento Country selecionou 15 sertanejos que morreram e que se eternizaram na música sertaneja para que você relembre esses talentos, muitos ouvidos até hoje nas plataformas e que não serão esquecidos tão cedo pelos fãs e parceiros de palco.

Confira a lista:

Marília Mendonça

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

A cantora sertaneja Marília Mendonça morreu aos 26 anos na tarde desta sexta-feira (05), na Serra de Caratinga, após a queda de uma aeronave que a levava para shows em Minas Gerais.  Além dela, estavam no avião de pequeno porte seu produtor, Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto e o copiloto do avião, que não tiveram os nomes divulgados. O motivo da queda ainda será apurado.

Uma das dimensões mais tristes dessa tragédia é que Marília Mendonça deixou um filho de pouco menos de 2 anos de idade, o pequeno Leo, fruto de seu relacionamento com o também cantor sertanejo Murilo Huff. Entre idas e vindas, Marília e Murilo ficaram juntos por cerca de 3 anos e romperam em definitivo recentemente de forma repentina.  

Cristiano Araújo

(Foto: Flaney Gonçalves)
(Foto: Flaney Gonçalves)

O cantor e compositor Cristiano Araújo atingiu grande sucesso com músicas como “Cê que sabe”, “É com ela que eu estou” e “Maus Bocados”. Focado na carreira solo desde 2010, o músico realizou DVD’s com participações especiais de renome no cenário sertanejo e conquistou muitos fãs. Em 24 de junho de 2015, Cristiano Araújo e sua namorada Allana Moraes voltavam de um show com o motorista do cantor quando sofreram um acidente de carro em Goiânia e faleceram deixando o país de luto. Anos depois, Felipe Araújo continuou o legado do irmão que é muito lembrado até hoje.

Gabriel Diniz

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O músico João Gabriel de Souza Diniz, mais conhecido como Gabriel Diniz bombou com o hit “Jenifer” no carnaval de 2019. Até então, ele já havia participado do Grupo Musical Cavaleiros do Forró, de 2010 a 2011 mas foi em carreira solo que despontou no cenário nacional. A trajetória marcante de GD, como era chamado, foi interrompida quando o cantor voltada de Feira de Santana, na Bahia, onde havia feito um show, para comemorar o aniversário da namorada em Maceió, Alagoas. O monomotor que levava o músico caiu em Estância e causou a morte trágica do cantor e ainda, do piloto e copiloto. Relembre o hit que mudou a vida de GD.

Parrerito

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O cantor que compôs o Trio Parada Dura e era irmão do músico Barrerito. Com uma trajetória de sucesso integrando o Trio e a dupla que viria formar ao lado de Creone chamada “Os Parada Dura”, o sertanejo Parrerito acabou falecendo em setembro do ano passado, vítima da Covid-19. Aos 67 anos, o músico faleceu e deixou saudade em seus fãs fiéis que acompanharam toda a carreira do artista.

Leandro (Leandro e Leonardo)

(Foto: Arquivo Pessoal)
(Foto: Arquivo Pessoal)

A dupla de irmãos Leandro e Leonardo com seus sucessos atemporais conquistaram o país com músicas como “Não aprendi dizer adeus” e “Pense em mim”. No ano de 1998, Leandro descobriu um tipo de câncer raro em seu pulmão que foi a causa de sua morte 2 mês depois. Aos 26 anos, o sertanejo deixou uma saudade imensa e marcante no público que deu muito apoio à Leonardo, que voltou aos trabalhos musicais em 1999 com um álbum solo.

João Paulo (João Paulo e Daniel)

(Foto: Arquivo Pessoal)
(Foto: Arquivo Pessoal)

Mais uma morte trágica que tornou breve o sucesso da dupla sertaneja João Paulo e Daniel. Isso porque em setembro de 1997, João Paulo sofreu um grave acidente no interior de São Paulo e ficou preso nas ferragens do carro, que acabou explodindo. O cantor Daniel fez uma pequena pausa na carreira e um ano depois lançou seu projeto solo e ascendeu muito com sua música sertaneja.

José Rico (Milionário e José Rico)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A famosa música sertaneja e das mais tradicionais “Estrada da Vida” perdeu uma de suas vozes em 2015 quando José Rico faleceu em março de 2015 devido à uma insuficiência do miocárdio, seguida de parada cardíaca. A dupla de grande importância e que serviu como referência para grandes duplas que se sucederam, foi formada na década de 1970 e conquistou uma legião de seguidores.

João Mineiro (João Mineiro e Marciano)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

João Mineiro e Marciano foram responsáveis por clássicos da música sertaneja do país como por exemplo, “Ainda ontem chorei de saudade”. A dupla que já estava separada há 20 anos perdeu um de seus integrantes, o cantor João Mineiro em 2012 em decorrência de um leve mal estar que o músico sentiu em sua própria casa.

Matheus (Lucas e Matheus)

Confira os artistas sertanejos que foram vítimas da Covid-19
(Foto: Reprodução/Internet)

 

O cantor sertanejo Edilson da Silva Rodrigues, mais conhecido como Matheus, da dupla sertaneja paulista Lucas e Matheus, tinha feito uma viagem para Portugal, onde acabou contraindo o vírus e, após sintomas graves, veio a óbito no dia 22 de dezembro de 2020, em Presidente Prudente (SP). O cantor de 57 anos teve complicações causadas pela Covid-19 e não resistiu.

Paulo Sérgio (Paulo Sérgio e Santhiago)

Confira os artistas sertanejos que foram vítimas da Covid-19
(Foto: Reprodução/Internet)

 

Mais uma vítima da Covid-19, o cantor sertanejo Paulo Sérgio faleceu no dia 12 de março de 2021, em um dos piores picos da pandemia no país. O cantor, que fazia dupla com Santhiago, já estava com 75% do pulmão comprometido ao ser internado e veio a óbito deixando esposa e três filhos, um deles de apenas um mês.

Leo Marrone

Confira os artistas sertanejos que foram vítimas da Covid-19
(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Mais uma voz silenciada pelo Coronavírus, o cantor sertanejo Leozimar Rodrigues Cavalcante, mais conhecido por Leo Marrone, morreu no dia 12 de julho de 2020 em decorrência da Covid-19. O cantor era muito famoso nas dependências de sua terra natal e levava esse nome artístico pela sua semelhança com o parceiro de Bruno e virou destaque nos noticiários do país.

Diego Agenton (Bruno e Diego)

Confira os artistas sertanejos que foram vítimas da Covid-19
(Foto: Reprodução Internet)

 

No dia 18 de março de 2021, aos 28 anos de idade, o cantor sertanejo Diego Argenton, da dupla Bruno e Diego, morreu de complicações da Covid-19 à espera de um leito, no interior do Paraná. O acontecimento gerou muita revolta em amantes da música sertaneja, que criticaram a falta de leitos no país e o descaso da população com a Covid-19. Na época, o sistema de saúde brasileiro enfrentava seu pior momento da história.

Kenneth (Os Meninos de Goiás)

Confira os artistas sertanejos que foram vítimas da Covid-19
(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Em decorrência da Covid-19, o cantor sertanejo goiano Kenneth Wallace, integrante do grupo “Meninos de Goiás”, veio a óbito também no mês de março, no dia 22, após 20 dias lutando contra o vírus. Os fãs do grupo faziam correntes de oração constantemente e certamente ele deixará saudades. Kenneth tinha apenas 34 anos de idade e aparentemente não era pertencente a nenhum grupo de risco.

Kleber (Kleber e Kaue)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A morte de um cantor sertanejo para a Covid-19 mais recente é a de Kleber Oliveira, da dupla sertaneja Kleber e Kaue, que faleceu no dia 05 de julho aos 37 anos de idade. Ele não tinha comorbidades e ficou quase 2 meses internado lutando pela vida no hospital, e deixou sua esposa e uma filha. Nas redes sociais, fãs e amigos lotaram seu perfil com comentários de pesar e homenagens ao cantor sertanejo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais