Ministério Público de Minas Gerais denuncia Eduardo Costa por estelionato após suposto golpe

Bomba! O cantor sertanejo Eduardo Costa está sendo denunciado após vender uma mansão irregular para um casal e pode sofrer sérias consequências; entenda!

Eduardo Costa se envolve em polêmicas constantemente e dessa vez não foi diferente. Após anunciar projeto para bater de frente com o “Cabaré” de Leonardo, o cantor sertanejo foi denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais por estelionato no caso da venda de uma mansão milionária, que vem investigando o sertanejo desde 2017.

A denúncia foi feita nesta segunda-feira, 29 de novembro, na 11ª Vara Criminal da Comarca de Belo Horizonte e ainda não foi analisada pela Justiça, o que deve acontecer em breve, e se deve à venda de uma mansão milionária em Capitólio, no sul de Minas, avaliada em R$ 7 milhões. Na ocasião, o cantor trocou a mansão em outra ainda maior em Belo Horizonte, na Região da Pampulha, que custava cerca de R$ 9 milhões. A mansão do cantor chama atenção pelas fotos exuberantes e luxos excessivos.

A troca das mansões foi feita entre Eduardo Costa e um casal, mas quando os compradores tentaram registrar o imóvel do sertanejo, que tem cerca de 4 mil metros quadrados, descobriram que a mansão estava sendo alvo de uma investigação da Justiça de Minas Gerais por estar construída em uma área de preservação ambiental. O Ministério Público Federal (MPF) já havia pedido demolição parcial do terreno antes da venda, o que não aconteceu.

Quando descobriu que comprou a mansão de Eduardo Costa com pendências na Justiça, o casal entrou com um processo contra o sertanejo por fraude e estelionato, com quem trava uma batalha desde então. Em 2018, o cantor prestou depoimento em Belo Horizonte e disse que não agiu com má-fé na venda da mansão, e afirmou que o casal comprador sabia que o terreno estava em uma área de preservação permanente.

Em contrapartida, o advogado das vítimas afirmou que eles não sabiam do processo que já corria na propriedade. Agora, com as investigações tomando novas proporções, o Ministério Público de Minas Gerais disse que não irá se manifestar, assim como Eduardo Costa, que foi procurado pelo g1 e disse por meio da sua assessoria que não irá se pronunciar sobre o assunto.

Veja mais detalhes:

Sertanejo pensou em vender fazenda para sair do Brasil

(Foto: Reprodução Instagram)

Quando lançada, a música “Cuidado” fez um enorme sucesso e rendeu muitos aplausos para Eduardo Costa, mas também críticas que passaram dos limites. O cantor sertanejo revelou que chegou a sofrer ameaças de morte e precisou andar protegido por seguranças, o que acabou gerando um boato enorme de que ele estaria cogitando colocar sua fazenda milionária em Minas Gerais e ir embora do Brasil. As informações foram publicadas pelo portal Compre Rural.

O portal ainda revelou que a fazenda do cantor sertanejo é avaliada em R$ 30 milhões. O local de descanso de Eduardo Costa conta com criação de cavalos de raça milionária, Mangalarga Marchador, que ele vende em leilões para faturar uma grana extra (e rende bons milhões para o seu bolso).

As instalações também surpreendem: grama verde e aparada por toda sua extensão, lagos e piscinas, uma casa luxuosa e muito mais fazem parte da fazenda de Eduardo Costa. Quanto aos boatos de venda, aparentemente eram falsos, já que o cantor sertanejo nunca chegou a se pronunciar sobre isso e inclusive permanece no Brasil, onde prepara sua volta aos palcos e um projeto inédito com o cantor Ralf.

Veja as fotos da fazenda milionária de Eduardo Costa:

Cantor SertanejoDenunciado por EstelionatoEduardo Costaestelionatomansão milionáriaMinistério Público de Minas GeraisVenda de Mansão