Surpreendente! Saiba quais artistas sertanejos mais venderam discos na história

Donos de grandes sucessos que marcaram os brasileiros, os artistas sertanejos impressionam sendo as figuras com mais discos vendidos; confira

Antigamente, os artistas sertanejos tiveram que enfrentar inúmeras dificuldades para conquistarem um espaço na música brasileira. Isso porque não existia a facilidade da internet que aproxima e dá maior visibilidade para a carreira de quem decide ingressar na música. Artistas que possuíram outras profissões antes de serem descobertos e estourarem nas paradas em todo o país, assim como Leandro e Leonardo que começaram na vida no campo e houveram a oportunidade de ingressar na música através do tio que organizou diversos shows para a dupla.

Desde então, o processo desde a descoberta do dom para a música até o sucesso meteórico que um artista pode alcançar se tornou mais fácil principalmente com a vinda da internet, que viabilizou muitos caminhos para os artistas que se aventuram na música sertaneja. Porém, em comparação com as duplas que começaram antes, o esforço era quase o dobro para se tornarem reconhecidos.

Com todo o reconhecimento conquistado durante os anos na música sertaneja, veio também os resultados e premiações. O número de discos vendidos, os prêmios de eventos nacionais e internacionais como o Grammy Latino em 2003 do melhor álbum de música sertaneja para Chitãozinho e Xororó, que foram novamente indicados neste ano na mesma categoria, fazem desses artistas grandes figuras que representam a essência do estilo para os novos nomes que surgem nas plataformas. Por isso, confira com o Movimento Country quem são esses artistas, com informações do site Cultura Mix.

Confira quem são:

Tonico e Tinoco

Um dos maiores nomes do sertanejo caipira, Tonico e Tinoco fizeram muito sucesso nos 60 anos de carreira dentro da música sertaneja. A dupla conquistou, de longe, o maior número de discos com o trabalho musical até o falecimento de Tonico em 1994, quando caiu da escada do prédio onde morava. Foram 40 mil shows realizados na América Latina e quase mil gravações, contabilizando 150 milhões de discos vendidos.

Chitãozinho e Xororó

A consagrada dupla de irmãos, Chitãozinho e Xororó misturaram o sertanejo caipira com o pop da época, o que ocasionou uma explosão na carreira na música. Ambos são donos de prêmios como o Grammy Latino de melhor álbum de música sertaneja e reconhecimento global ao se apresentarem em Las Vegas, com a famosa banda pop Bee Gees. A dupla conquistou nos longos anos de carreira no sertanejo, o número de 40 milhões de discos vendidos dentro da trajetória.

Leandro e Leonardo

Mesmo com o falecimento de Leandro em 1998, Leandro e Leonardo conquistaram expressivos números no curto período de parceria na música. Provindos de uma família humilde em Goiás, os sertanejos iniciaram a carreira em 1983, com o lançamento do primeiro álbum e estouraram nas paradas em 1989. Juntos, os dois conquistaram 35 milhões de discos vendidos durante os anos de carreira e após a morte de Leandro, Leonardo seguiu carreira solo e continuou sendo um sucesso desde então.

Milionário e José Rico

No mesmo patamar em vendas de discos de Leandro e Leonardo, Milionário e José Rico colecionam 35 milhões de cópias durante os anos na música sertaneja. Os artistas foram figuras importantes para a concretização do sertanejo no Brasil, quando o estilo ainda tomava força nas rádios. São quase cinquenta anos de parceria e a conquista do filme “Estrada da Vida” em que conta a história de cada um. Os dois já se apresentaram para o governo chinês em um intercâmbio cultural e foram aplaudidos de pé pelos chineses. Em 1991, veio a separação e Milionário de formou uma outra dupla com Mathias, da dupla: Matogrosso e Mathias.

Zezé Di Camargo e Luciano

Os irmãos que foram interpretados no filme “Dois Filhos de Francisco” sendo recorde de bilheteria na época de seu lançamento e uma das obras mais conhecidas no cinema brasileiro, Zezé Di Camargo e Luciano conquistaram nos longos anos da carreira na música sertaneja a marca de 31 milhões de discos vendidos. Os artistas estouraram com o hit “É o Amor” sendo a canção mais popular naquela época e uma das músicas mais conhecidas no estilo atualmente.

Sérgio Reis

Em 1958, Sérgio Reis lançou o seu primeiro álbum. De lá para cá, o cantor sertanejo teve diversos trabalhos artísticos como a sua atuação na novela que foi sucesso dos anos 90, “Pantanal” e “Rei do Gado”. Dono de grandes músicas como “Menino da Porteira”, “João de Barro” e “Rei do Gado”, que inclusive foi tema da novela, o cantor reúne em seus anos na música a marca de 20 milhões de discos vendidos.

Roberta Miranda

E na última posição do nosso ranking, a cantora Roberta Miranda coleciona 14 milhões de discos vendidos. A artista começou a carreira cantando em boates em São Paulo e se tornou a artista sertaneja que mais vendeu discos no Brasil, ficando atrás de Xuxa e Maria Bethânia. Possui grandes sucessos como “A Majestade, o Sabiá” e “Vá com Deus”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais