Após fazer história ao lado de Leonardo, Eduardo Costa é expulso do “Cabaré” e substituído por Bruno e Marrone

Cabaré” volta com nova formação em 2022 após as polêmicas de Leonardo e Eduardo Costa arruinarem um dos maiores projetos da música sertaneja

Quem muito vê falar do “Cabaré” em 2021 e as polêmicas que Leonardo e Eduardo Costa se envolveram durante a fatídica live em 1° de abril de 2020, não imagina o quão importante o projeto foi para a música sertaneja e para o renascimento das carreiras dos sertanejos. Afinal de contas, o que aconteceu entre os dois amigos e porquê a parceria tão amada pelos fãs chegou ao fim? O que vem pela frente?

Quem acompanha a música sertaneja sabe que Eduardo Costa vive batendo na tecla de que foi o idealizador do “Cabaré”, o que realmente aconteceu. Segundo nossas pesquisas com pessoas influentes dos bastidores da música sertaneja, ele queria gravar um DVD em uma ‘zona’ cantando músicas sertanejas populares em bordeis, mas a gravadora ficou relutante com a ideia do projeto, já que seria um tanto ousado.

Daí, em conversa com executivos, veio a ideia de convidar Leonardo, que sempre foi muito conhecido por ser paquerador e ‘língua solta’, o que daria a junção perfeita para o projeto… o que inicialmente até deu certo. Os sertanejos lançaram o primeiro DVD do “Cabaré” no dia 25 de novembro de 2014 com tudo que tinham direito: bailarinas, decoração temática, danças sensuais e convidados especiais.

O sucesso foi instantâneo e levou a carreira de Eduardo Costa e Leonardo a outro patamar. Os amigos gostaram tanto da ideia que no dia 25 de novembro de 2016 lançaram o segundo DVD conjunto, esse chamado “Cabaré Night Club”. Nessa altura do campeonato, todo mundo queria curtir um show dos sertanejos e eles viraram fenômeno de vendas, tanto em CD’s quanto em shows, com os cachês variando entre R$ 250 mil e R$ 500 mil.

Apesar do sucesso entre o meio sertanejo, nem tudo era perfeito: Já que o “Cabaré” era um show sem filtros, Leonardo e Eduardo Costa foram acusados de promover piadas machistas e homofóbicas em seus palcos, o que acabou pegando mal com alguns contratantes. Nesse meio tempo, Eduardo Costa passou a se envolver em polêmicas envolvendo ex namoradas e dinheiro e acabou ficando mal visto na mídia, e indiretamente Leonardo e o show foram pelo mesmo caminho.

Polêmicas de Eduardo Costa colocaram fim na parceria

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

Sempre muito sincero e sem papas na língua, Eduardo Costa também escorregou com algumas atitudes e se envolveu em uma série de polêmicas após o segundo DVD do “Cabaré”. Ele foi acusado de estelionato, de ter ameaçado uma ex apresentadora do SBT e vazado fotos íntimas de Victoria Villarim, mas sempre negou todas as acusações. As polêmicas com dinheiro também eram recorrentes e incluíram até Marrone em uma investigação criminal por causa da venda de um carro de luxo no pagamento de uma mansão.

Isso acabou manchando a reputação do “Cabaré” e o que era um império que marcou a música sertaneja acabou desmoronando, eles pararam de se encontrar e a fofoca nos bastidores era de que o clima entre Leonardo e Eduardo Costa tinha azedado. Nesse meio tempo, Costa chegou a planejar uma turnê do projeto sem a presença do pai de Zé Felipe, que seria patrocinada por um apresentador famoso, mas a pandemia chegou e levou tudo por água abaixo.

Com a chegada da pandemia, as lives sertanejas viraram febre e após muitos pedidos de contratantes, Eduardo Costa e Leonardo voltaram a se encontrar com o projeto “Cabaré”, mas dessa vez online. A transmissão ao vivo bateu recorde de audiência, mas ficou marcada na história de ambos como um dos maiores fiascos para todo o Brasil, isso porque uma série de polêmicas e bebedeira desregulada fizeram a situação sair do controle. Rolou choro, declaração de amor e até um “vou  transar pensando no bebê da Thaeme”. Obviamente o público não perdoou e os sertanejos foram massacrados pela internet.

O pós-live foi dramático. Eduardo Costa surtou no hotel, tiveram que chamar ambulância e ele chegou a falar que ia desistir da carreira durante um pronunciamento, mas o que acabou de vez foi a amizade entre ele e Leonardo, inclusive com boatos de briga nos bastidores. Na época, uma fonte relatou ao Movimento Country que uma discussão entre os sertanejos quase acabou em agressão, mas ambos negam essa informação e qualquer briga até hoje.

O resultado nós já sabemos: nenhum dos dois voltou a se falar mais, rolou unfollow nas redes sociais, demissão de Eduardo Costa da “Talismã” e até troca de farpas pela parte de Eduardo Costa. O motivo? Leonardo se apropriou do projeto e passou a realizar várias lives sertanejas do “Cabaré” com outros convidados, que foram desde Xand Avião a Gusttavo Lima, Marília Mendonça e Bruno e Marrone, que marcaram presença enquanto Costa permanecia excluído.

Eduardo Costa se matou de raiva e passou a dar uma série de entrevistas alegando que seria o criador do projeto e estava se sentindo traído por Leonardo, chegando a dizer que a sensação era a mesma de que “um cara comendo sua mulher”. Para sua infelicidade, o nome “Cabaré” foi registrado no INPI sob o selo da “Talismã”, empresa de Leonardo, o que teoricamente dá o direito do veterano em usar a marca. Quanto a isso, correm rumores de que Costa pode brigar por seus direitos na Justiça. Entenda:

Bruno e Marrone assumem nova formação do “Cabaré” em 2022

A poeira das brigas de 2020 nem abaixou ainda e Eduardo Costa foi pego por outra surpresa: o projeto que ele tanto amou iria continuar rodando pelo Brasil sob o comando de Bruno e Marrone no seu lugar. A notícia de que Leonardo estaria fechado com a dupla sertaneja para uma turnê grandiosa em 2022 foi dada por um influenciador sertanejo no último mês e pegou todo mundo de surpresa, mas nenhum dos envolvidos na história chegou a se posicionar.

Eduardo Costa, por sua vez, não deixou de vir à público expressar sua indignação com o ex amigo, mais uma vez batendo na tecla de que é o criador do projeto e acha sacanagem Leonardo se apropriar dele. Dessa vez, o namorado de Mariana Polastreli, que acabou de romper com o seu empresário, ganhou o apoio do público que detonou Leo nas redes sociais.

Apesar de todas as polêmicas, Leonardo e Bruno e Marrone parecem inspirados em continuar a história do “Cabaré” e levar o projeto cada vez mais longe, mas será que o público vai aderir essa formação? Seguimos no aguardo da divulgação da agenda desta turnê.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais