Cantor Conrado apresenta melhora, mas não tem previsão de alta

994

Novo boletim médico sobre o estado de saúde do cantor Conrado, divulgado nesta terça-feira (10) diz que o sertanejo teve uma melhora clínica, mas sem previsão de alta hospitalar

O cantor João Vitor Moreira Soares, o Conrado, que fazia dupla com Aleksandro, segue internado na UTI (unidade de terapia intensiva) do Hospital Regional de Registro. De acordo com o boletim médico divulgado nesta terça-feira (10), o artista, teve uma melhora no quadro clínico, mas segue sem previsão de alta.

João Vitor está com um quadro estável e teve uma melhora progressiva na função renal. De acordo com o comunicado, o cantor sertanejo, que sofreu um acidente de ônibus no último sábado (7), não apresenta a necessidade de passar por intervenção cirúrgica.

O músico Júlio Cesar Bigoli Lopes, que também estava no ônibus no momento do acidente, permanece na UTI, em estado grave. O artista ainda está com a função pulmonar comprometida, mas teve uma melhora na função renal. Ele também não tem previsão de alta.

Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, e outras cinco pessoas morreram em decorrência do acidente, ocorrido na rodovia Régis Bittencourt, na altura de Miracatu, em São Paulo. O cantor sertanejo foi sepultado nesta segunda-feira (9), na cidade de Londrina, no Paraná.

Confira abaixo o boletim médico na íntegra:

Informamos que o paciente João Vitor Moreira Soares permanece internado no Hospital Regional de Registro, na Unidade de Terapia Intensiva. Apresenta evolução com estabilidade do quadro clínico e melhora progressiva da função renal. Reafirmamos a ausência da necessidade de novas intervenções cirúrgicas neste momento.
O paciente Júlio Cesar Bigoli Lopes também segue internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional de Registro, com função pulmonar ainda comprometida, mas com melhora da função renal.
Ambos os pacientes permanecem sem previsão de alta neste momento.

Motorista de Conrado e Aleksandro é investigado pela polícia após acidente

 

(Foto: Reprodução PRF)
(Foto: Reprodução PRF)

O acidente trágico que tirou a vida do cantor sertanejo Aleksandro e mais 5 pessoas, e deixou o seu parceiro de dupla Conrado em estado grave na UTI ainda segue com novos desdobramentos. Após o sepultamento do cantor, marcado por muita comoção no meio sertanejo, agora o motorista de Conrado e Aleksandro começará a ser investigado.

Segundo informações do site Diário do Nordeste, a Polícia Civil de São Paulo informou que irá investigar o motorista da dupla sertaneja por homicídio e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. O homicídio culposo é aquele em que não há a intenção de matar, no entanto, como agiu de maneira imprudente, negligente ou sem perícia, por exemplo, este foi o resultado das ações.

Logo após o acidente, um vídeo do motorista de Conrado e Aleksandro dirigindo o ônibus da dupla sertaneja a cerca de 130 km/h chamou atenção e gerou revolta nas redes sociais pela velocidade em que o ônibus era conduzido pela rodovia. Anexamos o vídeo logo abaixo.

Segundo informações, o acidente supostamente teria sido causado pela explosão do pneu dianteiro esquerdo do ônibus, que fez o condutor perder o controle da direção, tombando o veículo no canteiro central da Rodovia Regis Bittencourt, em Miracatu (SP).

O acidente fatal resultou na morte de Aleksandro e dos músicos Wisley Aliston Roberto Novais, Marzio Allan Anibal e Roger Aleixo Calgnoto. Além deles, o roadie Giovani Gabriel Lopes dos Santos e o técnico de luz Gabriel Fukuda também faleceram no local. Outras 12 pessoas também sofreram ferimentos, inclusive o cantor Conrado, que está internado na UTI do Hospital Regional de Registro, no interior de São Paulo.