Cantor sertanejo diz que ficou famoso após ser preso

3

Cantor sertanejo Robson Satto foi solto após oito dias na cadeia e pretende aproveitar repercussão do caso para retomar carreira musical 

O cantor e compositor de música sertaneja, Robson Satto, foi solto na última terça-feira (19) após ficar oito dias preso no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (GO). Isso porque, o artista foi pego de surpresa durante o próprio show e levado pelos policias sob acusação de receptação, compondo a lista de sertanejos que já foram detidos por diversos motivos.

O mandado foi originado a partir de uma compra que o cantor sertanejo fez quando ainda morava em Rondônia. Na época, há cerca de seis anos, o artista teria comprado dois televisores furtados. A forma como a prisão aconteceu acabou fazendo com que o caso ganhasse repercussão nacional.

Sobre a situação, o cantor sertanejo explicou: “Eu não chequei a procedência, foi um erro. Fui enganado. Quando a polícia chegou lá, eu disse que ia responder ao que fosse necessário. Paguei fiança e não acompanhei mais. Depois de um tempo, vim para Goiânia e esqueci desse processo. Quando saiu a condenação, eles não me encontraram e, por isso, teve esse mandado de prisão”.

Já os advogados do compositor contaram que a condenação pela receptação não previa prisão mas, pelo fato do cantor sertanejo não ter sido encontrado em seu antigo endereço, o mandado foi expedido. A defesa do cantor sertanejo explicou ainda que, com o pagamento de um salário mínimo e uma multa proporcional, o processo será encerrado na Justiça.

Livre, o cantor pretende retomar shows a partir da fama herdada

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Ao ser libertado, Robson Satto revelou como se sentiu e surpreendeu com a declaração: “Senti que estou até mais conhecido. Tem muita gente me seguindo [nas redes sociais]. Tem muita gente perguntando o que a gente vai fazer. E o que vamos fazer é dar continuidade no trabalho”, declarou o cantor.

Na noite em que foi detido, Robson chegou a pedir para cantar mais uma música antes de ser levado pelos militares, já que havia reproduzido apenas duas canções para o público presente. “Cantei mais uma e me despedi do povo. Os policiais foram super educados”, contou o cantor sertanejo ao Portal Metrópoles.

Além disso, ele não reclamou do tratamento que teve no Complexo Prisional onde passou os últimos oito dias. “Como ser humano, eu enfrento vários problemas, mas sou do bem. Eu fui bem tratado quando fui preso, estava em uma ala separada, sem muito contato com outras pessoas. Mas, agora, já quero pensar nos shows. Já tenho alguns marcados esta semana”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais