Comemoração de 50 anos de carreira de Chitãozinho e Xororó poderá ser adiada novamente

925

Com o avanço da pandemia, Chitãozinho e Xororó podem adiar a gravação do DVD comemorativo de 50 anos que aconteceria nos Estados Unidos

Chitãozinho e Xororó são uma das duplas mais respeitadas da música sertaneja e completaram 50 anos de carreira em 2019. Em razão desse momento especial, havia uma programação especial para comemorar o aniversário da em 2020, mas os planos foram por água abaixo devido à pandemia da Covid-19 que parou o mundo e todos os eventos mundiais.

LEIA TAMBÉM:

Os irmãos José Lima Sobrinho (67) e Durval de Lima (64) sem dúvida são a dupla sertaneja de maior importância da história em atividade. A dupla que conquistou as rádios de todo o Brasil com a música “Fio de Cabelo”, também foi responsável por ameaçar a audiência da Globo em 2004 com o programa “Raízes do Campo” que era exibido todos os sábados na Record TV.

Para comemorar meio século em atividade, os irmãos tiveram que reprogramar suas atividades e, dessa vez, planejavam gravar um DVD na Radio City Music Hall em Nova York. No entanto, com a explosão da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos e o avanço desmedido da variante Ômicron no país e no mundo, o evento poderá ser cancelado para evitar a disseminação do vírus.

No país, grandes eventos já começaram a ser cancelados em razão da pandemia. Uma turnê que a dupla Maria Cecília e Rodolfo faria pelos Estados Unidos nos próximos meses precisou ser adiada devido à preocupações com a saúde da população local, e há grandes chances de acontecer o mesmo com Chitãozinho e Xororó.

Além do DVD, a dupla será homenageada pela Globoplay na série que vai contar a história da dos irmãos nascidos em Astorga, cidade localizada no interior do Paraná, que será protagonizada pelos irmãos Simas: Rodrigo e Felipe. Chitãozinho e Xororó também são um dos artistas cotados para fazer parte da trilha sonora da novela Pantanal que deve estrear em março na Globo.

Chitãozinho e Xororó ganharão série na Globoplay

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Assim como a Netflix, que produziu a série documental “É o Amor”, protagonizado por Zezé Di Camargo e a filha Wanessa, a plataforma de straming Globoplay escolheu uma dupla sertaneja de peso que terá sua biografia contada. Chitãozinho e Xororó foram os escolhidos e o anúncio dessa superprodução confirma a informação antecipada pelo Movimento Country de que os artistas sertanejos passaram a ser o foco das plataformas de streaming.

Depois de ter idealizado um projeto semelhante tendo em vista, a dupla inesquecível para os fãs sertanejos, Leandro e Leonardo, a Globoplay acabou optando por contar a história de José e Durval, sendo esses os nomes verdadeiros de Chitãozinho e Xororó. Na ficção, os artistas serão interpretados pelos atores e irmãos Felipe Simas, que será José, e Rodrigo Simas, que será Durval. Ambos contracenaram na novela recente da TV Globo, Salve-se Quem Puder.

O nome da série também foi divulgado pela jornalista Patrícia Kogute, em sua coluna no jornal impresso O Globo, e será As Aventuras de José e Durval. Com direção de Hugo Prata, o projeto irá se desdobrar em coprodução com a produtora O2 Filmes, uma das parceiras da Globo. Além da biografia, as músicas famosas como o clássico Evidências também será uma inspiração para o roteiro.

O projeto compõe a ideia das plataformas de streamings de investirem nos artistas do ritmo levando em conta, a relevância do número de ouvintes e admiradores do sertanejo. Isso porque, o Movimento Country teve acesso à uma pesquisa que revelou que mais de 70% das pessoas no Brasil, consomem diariamente o gênero musical e tem como ídolo algum grande nome do sertanejo.