Chrystian e Ralf anunciam fim da dupla sertaneja após 40 anos de história

98

Chega ao fim uma das duplas mais importantes da música sertaneja. Chrystian e Ralf fizeram história e conquistaram corações em seus 40 anos de carreira

O fim de uma era: José Pereira da Silva Neto e Richardson Ralf, conhecidos nacionalmente como Chrystian e Ralf, foram uma das duplas sertanejas mais importantes da história da música sertaneja. Juntos, os irmãos mudaram a forma de consumir música e ditaram o que estava nas paradas da época do seu auge, mas como tudo é passageiro, a separação foi confirmada após muitos boatos e agora cada um segue o seu caminho.

Muitas especulações começaram a serem levantadas há alguns meses após Chrystian anunciar uma turnê sozinho e Ralf se juntar a Eduardo Costa em um projeto. A informação da separação foi dada primeiramente pela jornalista Fabíola Reipert no programa Balanço Geral.

“Chrystian revelou seu desejo de seguir carreira solo, porque tem desejo de gravar com artistas mais novos, o que não agrada seu irmão porque ele só quer aparecer ao lado de artistas veteranos. Muitos desses novos sertanejos já convidaram a dupla para parceria, e Ralf sempre implicava com essa situação”, revelou no programa.

“Luan Santana um dos cantores de sucesso na atualidade, convidou a dupla para participar, e na hora dos arranjos e ensaios para cantar, ele reclamou tanto de tudo que o projeto afundou. Sendo assim ambos seguiram em carreira solo, inclusive os irmãos deixaram de se seguir nas redes sociais”. A informação foi averiguada pelo Movimento Country, que constatou que de fato os irmãos deixaram de se seguir.

Ao longo dos seus 40 anos de sucesso, Chrystian e Ralf chegaram a se separar em 2000, mas a distância entre os irmãos não durou muito tempo e em 2001 já estavam juntos nos palcos novamente. O novo rompimento já era esperada por alguns fãs da dupla sertaneja, já que nos últimos meses vinham dando indícios de que se dedicariam a novos projetos.

Relembre alguns dos momentos de Chrystian e Ralf registrados em fotos:

Irmãos seguirão carreira com outros projetos

(Foto: Reprodução/YouTube Oficial)
(Foto: Reprodução/YouTube Oficial)

As polêmicas com a dupla Zé Neto e Cristiano no ano passado acabaram mudando alguns dos planos de Chrystian e Ralf. Na época, os sertanejos acusaram os veteranos de não darem oportunidade para os mais jovens, sequer uma oportunidade de gravação, e isso fez com que Chrystian repensasse na sua carreira e anunciasse um projeto solo com a participação da nova geração.

Entre os nomes que estariam no projeto, Marília Mendonça se destacava, mas a cantora acabou morrendo em um acidente trágico no início do mês. Chrystian ainda anunciou uma turnê solo e nós do Movimento Country inclusive especulamos uma separação da dupla, o que realmente veio a acontecer agora.

Por outro lado, Ralf se mostrou relutante e afirmou ainda mais forte que não tinha interesse em colaborar com a nova geração, o que acabou gerando grande polêmica entre o meio. O sertanejo agora se une a Eduardo Costa para um projeto chamado “Mitos”, que ainda não tem muitos detalhes em vigor, mas estima-se que pode ser uma versão mais séria e sofisticada do “Cabaré”, projeto que Costa idealizou com Leonardo e agora não faz mais parte.

Será que vem um embate por aí?

Chrystian e Ralf são conhecidos pelo temperamento forte

O Podcast Enterhits do Movimento Country em parceria com o radialista Enio Silvério e o produtor Reinaldo Barriga abordou o temperamento dos músicos. Segundo comentário dos especialistas eles são um pouco difíceis de lidar:

“A relação deles sempre foi de tensão, o Ralf é muito estressado e não é a toa que o Zé Neto teve uma decepção. Eles são muito temperamentais no palco, não aceitam participar de experiências com outros artistas e já foram convidados inclusive por Jorge e Mateus para participar (da gravação de um DVD) e não quiseram viajar para Londres”, revelou Reinaldo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais