Gusttavo Lima, após lucrar R$ 100 milhões em 12 horas, dá “calote” e deixa de pagar condomínio

O cantor sertanejo Gusttavo Lima precisou ser acionado na justiça após ignorar as cobranças de condomínio em um imóvel litorâneo

Gusttavo Lima, consagrado como um dos cantores mais bem sucedidos da música na atualidade, está sendo alvo de mais um processo na justiça. Após ser acionado por “vazar” o número de uma arquiteta em uma de suas músicas, o sertanejo agora parece não ter pago os valores referentes ao condomínio de um dos imóveis que possui.

Leia também:

De acordo com informações do colunista Erlan Bastos, do site Em Off, o cantor sertanejo não paga há muito tempo as taxas condominiais de uma residência que possui na Avenida Costa Machado, na cidade de Praia Grande, no litoral de São Paulo. O valor chega a R$ 27 mil, motivando a ação judicial.

O processo contra Gusttavo Lima foi movido pela construtora Nossolar Prime Residence, representada pelo síndico do condomínio. “As despesas condominiais (…) são de responsabilidade não apenas daquele que detém a qualidade de proprietário da unidade imobiliária”, diz parte da ação.

A construtora aponta que o cantor sertanejo deixou de pagar as taxas de condomínio entre os meses de dezembro de 2019 a outubro de 2021. O valor mensal é de R$ 930,31 e o montante total chega a quase R$ 27 mil por conta das multas por atraso, além da correção dos valores.

“Em levantamento contábil, a Exequente constatou que a parte Executada não vem cumprindo com as referidas obrigações, encontrando-se em atraso com o pagamento das cotas condominiais ordinárias e extraordinárias referentes ao período de dezembro de 2019 até Outubro de 2021, totalizando um débito de R$26.968,46″, diz trecho do documento que refere ao processo contra Gusttavo Lima.

Gusttavo Lima faturou R$ 100 milhões em 12 horas

Gusttavo Lima (Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)

Aumentando seus negócios fora dos palcos, Gusttavo Lima só possui motivos para comemorar neste fim de ano. Acontece que o famoso conseguiu lucrar R$ 100 milhões em apenas 12 horas, ao colocar franquias do ‘Frigorífico Goiás’, do qual é sócio, à venda.

O negócio é avaliado em R$ 500 mil por filial, e possui um grande número de empresários interessados. “Negócio muito bem estruturado, muito seguro pros investidores. Uma taxa de lucratividade na casa dos 40%.”, contou o sertanejo, em entrevista a Leo Dias.

Gusttavo Lima ainda afirmou que o negócio rompeu as fronteiras brasileiras e já chegou até mesmo na Europa. “Foram oito franquias pros Estados Unidos, uma em Londres, duas em Portugal, duas para Austrália”, disse.