Fãs enfrentam horas de fila para comprar ingressos do show de Gusttavo Lima que podem custar até R$20 mil

Show de Gusttavo Lima em Cuiabá é um dos mais esperados para 2022 e os fãs já fazem filas gigantescas para garantirem um lugar no espetáculo

Esta semana os fãs de Gusttavo Lima que querem assistir sua apresentação na Arena Pantanal em Cuiabá enfrentaram horas de fila e aglomeração para garantir ingressos que custam de R$ 40 à R$ 20 mil. Com o avanço da vacinação e a flexibilização de eventos os shows voltaram a ser marcados em todo o Brasil e um dos mais procurados e o maior cachê sertanejo do Brasil é do Gusttavo Lima.

O cantor, que recentemente reuniu 35 mil pessoas em São José do Rio Preto e chegou a receber críticas de internautas pela aglomeração, está com a agenda à todo o vapor e os valores dos ingressão são de impressionar. O custo para o público ver a apresentação do seu “Buteco” pode custar até R$ 20 mil.

Os ingressos do show que acontecerá em março em Cuiabá  começaram a ser vendidos nesta quarta-feira (1º). Nas imagens registradas em um dos pontos de vendas, localizado dentro de um shopping da Capital, é possível observar várias pessoa aguardando para adquirir o ticket do evento nos corredores do empreendimento.

Já em outra gravação, uma mulher mostra o tumulto de pessoas logo nas primeiras horas do dia. As cenas foram compartilhadas nas redes sociais e chamaram a atenção dos internautas, principalmente diante do risco de uma quarta onda da Covid-19. “Olha isso aqui, tudo isso de gente desde as 8 horas para comprar ingresso para o show do Gusttavo Lima“, narra.

O show “Buteco do Gusttavo Lima” foi marcado para 19 de março de 2022 , na Arena Pantanal, na Capital. Os ingressos para o show do cantor custam entre R$ 40 e R$ 270, com open bar de cerveja em alguns setores. Há, ainda, os camarotes e bangalôs, com valores que variam entre R$ 10 mil e R$ 20 mil, para grupos de 15 ou 30 pessoas.

Show do cantor acabou em briga entre seguranças

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Uma vendedora que estava trabalhando de segurança do cantor Gusttavo Lima no Recinto de Exposição em São José do Rio Preto (SP), registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) alegando que foi agredida durante o evento por uma colega de profissão.

Ela afirmou que estava trabalhando de segurança no show e foi agredida por um colega da mesma empresa, porque queria tirar uma foto com Gusttavo Lima. Na ocorrência, a mulher afirma que o colega segurança pediu para que ela não tirasse a fotografia do cantor e nem filmasse porque estava trabalhando.

A vendedora, que alegou que fazia um “bico” de segurança, alegou que foi agredida. “Quando fui gravar, o segurança torceu meu braço e foi me dando soco na costela“, afirmou a segurança feminina.

A mulher foi ao posto médico e foi informada que ela teria uma possível fratura. De acordo com a ocorrência, ela relata que não recebeu suporte da organização do evento. “Tinha autorização dos responsáveis pelo setor. Comigo tinha mais três seguranças femininas, e somente eu fui agredida“, afirmou a mulher.

A mulher disse que vai receber R$ 110 pelo serviço de segurança no evento e afirmou que não conseguiu tirar a foto do artista.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLeia Mais