Jhon O Rei do Norte é a mais nova aposta do sertanejo

633

Jhon O Rei do Norte, nova aposta do sertanejo, fala com exclusividade ao Movimento Country sobre a experiência de cantar com Belo e planos para a carreira

Com vocais poderosos e mente afiada para compor, Jhon O Rei do Norte é um dos nomes em ascensão na nova geração do sertanejo. O cantor, que se descobriu músico quando tinha 12 anos, e apenas dois anos depois começou a se dedicar à profissão, vem trilhando caminhos promissores e tem se destacado no mercado. Recentemente, ele dividiu o palco com ninguém menos do que o cantor Belo e contou como foi esse momento.

“Cantar ao lado do Belo foi uma experiência única e incrível. Foram vários sentimentos ao mesmo tempo, passava um filme na minha cabeça, de tudo que já passei chegar até aqui. Estar ao lado de um cara que desde criança eu só via na televisão, que parecia tão distante, mas estava realmente ali no lado dele, dividindo palco, foi massa demais! E o melhor de tudo foi receber elogios, ouvir conselhos e trocar uma ideia com ele.” confessa Jhon.

Além da experiência de estar ao lado de um artista conhecido nacionalmente, Jhon também aspira lançar música com suas maiores referências dentro e fora do sertanejo. “Eu não tenho só um feat que gostaria muito de realizar, mas Gusttavo Lima e Luan Santana seriam um grande sonho, principalmente por serem do mercado sertanejo universitário. De outros estilos musicais, a Anitta é o sonho de todo artista e também meu”, completa o cantor.

Jhon O Rei do Norte tem como principal sucesso a faixa “Nega“, composição de Jennifer Sousa e produção musical de Hugo Silva, disponível nas plataformas digitais de música e com videoclipe no canal oficial do cantor no YouTube. Atualmente, seus objetivos de carreira são que as pessoas conheçam suas composições, sua voz, seu trabalho e, que se identifiquem com as histórias que traz em suas músicas.

Leia Também:

Assista ao videoclipe de “Nega”, de Jhon O Rei do Norte:

Jhon O Rei do Norte fala com exclusividade ao Movimento Country

Em um papo exclusivo com o Movimento Country, Jhon falou um pouco sobre sua história na música. “Eu cresci num ambiente muito musical, pois na minha família havia alguns músicos, mas em geral, minha família não queria que eu virasse músico. Eu sempre ouvi de tudo: rock, música internacional ou música brega”, revelou o cantor.

“Aos 12 anos eu aprendi a tocar violão e, nessa época, escrevi minha primeira música, mas não mostrei para ninguém. Em seguida, aos 14 anos, postei meu primeiro vídeo no Facebook. Na época, é engraçado e curioso, eu não mostrava o rosto por conta da timidez. Eu era muito tímido, foi algo que tive que trabalhar bastante. E foi justamente depois desse vídeo que as pessoas começaram a compartilhar. Para ser sincero, eu não esperava. Tomei um susto, até porque não tinha nem 100 amigos na minha página, e do nada as pessoas começaram a interagir”, relembrou Jhon.

“Foi aí que as pessoas começaram a pedir para que eu não mostrasse apenas o violão, mas também o rosto, e a fazer mais vídeos. Então foi quando eu comecei a postar com mais regularidade. Esse movimento deu muito certo, agradeço muito. Os números só aumentavam, o público sempre interagindo, e foi quando eu postei a minha primeira música autoral”.

Na sequência do papo, Jhon o Rei do Norte lembrou como sua trajetória na música realmente começou a ganhar destaque junto ao grande público: “a vida foi seguindo e aos 15 anos, tive a minha primeira desilusão amorosa e compus a faixa “Coração de Gelo” e postei no Facebook. Foi muito legal, porque repercutiu muito. Apesar de eu não ter dinheiro para investimento, um produtor acreditou na faixa e me convidou para gravá-la. A partir daí, a música estourou em Manaus. Fui chamado para um programa de TV da região, uma espécie de reality, e ganhei a competição entre 60 cantores super talentosos. O prêmio seria uma apresentação na TV”.

“Porém, no final da adolescência, entre 17 e 18 anos, me mudei para Santarém, no Pará. Entre altos e baixos, hoje consigo apresentar meu trabalho e ter bastante destaque, o que é ótimo. Acabei de lançar meu EP, que tem trazido ótimos resultados, e eu agradeço muito a todos os que me apoiam de alguma forma, que interagem e curtem a minha música”, concluiu Jhon.