23 anos após sua morte, vida de Leandro, irmão de Leonardo, deve ganhar as telas de cinema

106

Leandro, que dividia a famosa dupla sertaneja com seu irmão Leonardo, poderá ganhar as telonas dos cinemas com o filme “Não Aprendi Dizer Adeus”, que retrata sua história antes de falecer

Leandro e Leonardo, que conquistaram o país na década de 90, estão prestes a ter sua história como dupla sertaneja contada nos cinemas. Acontece que o longa “Não Aprendi Dizer Adeus” estava previsto para estrear no fim de 2020, mas teve suas gravações adiadas por conta da pandemia do novo coronavírus.

Leia também:

Dirigido por Benedito Ruy Barbosa, o filme tinha Bruno Gagliasso como protagonista, interpretando Leandro, mas agora a realidade já é incerta, visto que o ator se mudou para a Europa. Aliás, a história dos artistas também poderá se tornar uma série original Globoplay, como já havia sido noticiado pelo Movimento Country.

Neste domingo (26), Enio Silvério e Reinaldo Barriga, que comandam o podcast EnterHits, em parceria com o Movimento Coutry, repercutiram sobre o lançamento do longa, que vem adiado cada vez mais por conta dos impedimentos relacionados ao distanciamento social.

No bate-papo, os especialistas em música sertaneja relembraram seus respectivos momentos ao lado do irmão de Leonardo, já que estiveram presentes em grandes momentos de sua carreira. O tio de Zé Felipe sofria de um tipo de câncer de pulmão raríssimo, conhecido por tumor de Askin, localizado no seu pulmão direito, e faleceu em junho de 1998, aos 36 anos.

“Um pouquinho antes [da morte de Leandro], eu tinha acabado de gravar acho que o 11° disco deles. E eu já notava ele com uma pele esquisita, uma cor, magro, já magro. Mas sem perder aquele ar, porque ele era uma pessoa bonita, o Leandro né, olhos verdes. E ele se vestia sempre muito bem, sempre de terno, e eu vi ele muito debilitado nos últimos dias das gravações”, relembrou Reinaldo Barriga.

Recentemente, ser questionado sobre detalhes do projeto, Leonardo deu detalhes sobre o principal objetivo de “Não Aprendi Dizer Adeus”. “Mostrar essa história da dupla Leandro e Leonardo pelo mundo afora e ficar gravado isso aí, em vídeo pro Brasil inteiro e todo mundo curtir”, contou.

Leonardo lançou novo EP com músicas inéditas

Leonardo lançou um EP com músicas inéditas (Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)

Assim como o filme que conta a história de Leandro Leonardo, novas músicas do cantor sertanejo, que fazia dupla com o irmão, acabaram ficando de lado por conta da pandemia do novo coronavírus. Em 2020 o pai de Zé Felipe focou apenas nas transmissões ao vivo, onde cantava para milhões de pessoas seus grandes sucessos.

Entretanto, nos últimos dias de 2021 o cantor resolveu presentar seus fãs com novas músicas do sertanejo romântico. “Após um período tão difícil enfrentado por todos nós eu gravei estas quatro músicas como um presente de Natal para o meu público”, disse o sertanejo, em entrevista ao colunista Leo Dias, do portal Metrópoles.

‘Homem Safado’, de autoria de Adilson Ribeiro, é a atual música de trabalho de Leonardo. Até o momento a música não possui um videoclipe oficial, mas seu áudio já conta com mais de 100 mil visualizações no YouTube. o ‘Sangue de Gelo’, de Waleria Leão, Júnior Gomes, Rafael Quadros e Vinni Miranda e ‘O Fodão Chorou’, de Gustavo Henrique e Santanna também são canções inéditas que compõem o trabalho.

Leonardo também vem dando o que falar nas redes sociais, por ter sido deixado de lado por Faustão para sua estreia na Band, Ele é um dos artistas que mais esteve presente na época em que o apresentador foi contratado da Globo, e muitos de seus fãs esperavam que ele estivesse presente na nova jornada do veterano. Todavia, outros nomes acabaram sendo escolhidos pela produção do canal e o sertanejo não chegou a se pronunciar sobre o assunto.