Live sertaneja de Zé Neto e Cristiano é palco para homofobia escancarada e gera revolta

6

Em um show marcado por polêmicas e homofobia escancarada, Zé Neto e Cristiano mostraram ao público sua verdadeira face e geraram revolta generalizada

Show de baixarias! É assim que podemos definir a live sertaneja de Zé Neto e Cristiano no último sábado (05), de acordo com opiniões coletadas na internet. O show online, além de ter uma audiência abaixo do esperado, foi marcado por polêmicas homofóbicas que deixaram a internet de cabelo em pé e apontaram, mais uma vez, para o cancelamento da dupla sertaneja.

Em determinado momento da apresentação que contou com as maiores músicas sertanejas da dupla, o cantor Zé Neto “pagou uma aposta” vestindo uma camiseta do São Paulo e imitou trejeitos de homossexuais, o que explodiu na internet no mesmo momento e levou uma série de críticas ao cantor sertanejo, que ainda no meio do show pediu desculpas e não satisfeito em se justificar alegou não ter medo do cancelamento.

A atitude de Zé Neto pegou mal em todos os cantos e a imagem de brincalhão perante o público foi extinta, dando lugar à sem noção que faz tudo para chamar a atenção. Na verdade, essa era uma imagem de boa parte dos não-fãs da música sertaneja, mas agora os adjetivos pejorativos começaram a aumentar para sua conta.

Como se não bastasse a atitude homofóbica de Zé Neto na live, que deixou até a cantora Luíza (da dupla Luíza e Maurílio e abertamente lésbica) desconfortada e levou a sertaneja a abandonar o show pela metade, várias outras piadas da transmissão a levaram a um nível de show de baixarias. As polêmicas foram tantas que nenhum veículo sequer deixou de noticiar a piada e a revolta do público.

Para piorar a situação, a live sertaneja aconteceu em junho, mês que é todo dedicado ao apoio às pessoas LGBTQIA+ e de luta contra os preconceitos, tão enraizados na música sertaneja e que afloram em várias transmissões online, principalmente depois de várias cachaças na cabeça. Ao Zé Neto, a luta e as críticas não se tratam apenas de cancelamento e perda de dinheiro e contratos, mas de respeito e igualdade por uma parcela da sociedade que sofre diariamente e é constantemente agredida e assassinada apenas pelo que são.

Assuntos Relacionados 

Zé Neto se pronuncia: “Não tenho medo do cancelamento”

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Na transmissão da live sertaneja, Zé Neto imitou homossexuais ao vestir uma camisa do São Paulo FC e foi criticado nas redes. Ainda durante o show, o músico se desculpou afirmando que “não tem nenhum preconceito com quem tenha outro tipo de opção”.

Embora o pedido de desculpa também tenha viralizado, o mesmo discurso sempre de que não teve a intenção não é o suficiente para apagar uma ofensa a uma comunidade que é historicamente marginalizada e violentada. Assim como no BBB 21, em que Rodolffo ofendeu minorias sociais com comentários preconceituosos, Zé Neto poderia ter tomado mais cuidado com as palavras e ações pensando na influência que pode ser para seus ouvintes.

Nos comentários da publicação, no entanto, fica evidente que uma parte da sociedade ainda é conivente com certas brincadeiras indevidas que perpetuam os preconceitos. “Aí como esse mundo tá ficando chato”, escreveu uma internautas, “Esse negócio do São Paulo é comum, zueira…Mas o pessoal prefere militar”, digitou outra. Vale lembrar porém, que essas ‘zueiras’ são extremamente dolorosas para que é violentado diariamente pelo crime de homofobia.

“Não estou preocupado se vão me cancelar, se vão me linchar, estou falando isso por causa de alguém ter se sentido mal. Eu tenho pessoas gays na minha família, gays como amigos e que trabalham comigo, não tenho nenhum tipo de preconceito com quem tenha outro tipo de opção.”, declarou Zé Neto. Confira o pedido de desculpas do músico no Instagram Gossip Do Dia:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais