Em carreira solo Luciano Camargo desabafa “Sou insignificante, mas muito amado”

Sucesso há mais de duas décadas Luciano que fazia dupla com seu irmão Zezé Di Camargo falou sobre sua carreira, fé e a mudança que a pandemia trouxe em sua vida

Nesta sexta-feira (28), Luciano Camargo participa da estreia do programa “Show Gospel”, comandado por Mônica Cintra, CEO da revista Show Gospel. A a nova atração semanal da plataforma NETFÉ, levará ao público conversas sinceras com quem é referência no cenário evangélico, além de músicas e apresentações exclusivas.

O irmão de Zezé Di Camargoabriu as portas da sua casa para um bate-papo exclusivo, onde revelou detalhes sobre sua mudança de pensamento ao longo dos piores períodos da pandemia de coronavírus.

Deus me amou antes de eu amar ele. A pandemia me trouxe isso, por mais que eu fosse o Luciano Camargo que vendeu mais de 50 milhões de discos, o ganho espiritual foi absurdo na minha vida. Eu sou insignificante, mas eu sou muito amado!”, afirmou o cantor.

Durante a entrevista, Luciano também lembrou do passado, falou sobre a carreira e da sua relação com Deus. “Hoje eu sei que muitas coisas que aconteceram comigo lá atrás foi livramento. Isso é absurdo, o amor de Deus é absurdo! Se existe uma palavra que pode chegar perto de definir é absurdo”, ressaltou.

Estrear o programa com um artista supergeneroso e simpático como o Luciano é uma alegria sem tamanho. Ele abriu o coração, contou segredos e, principalmente, abriu as portas da casa dele para receber a nossa equipe e trazer muito do que Deus tem para falar. Levaremos um programa não só para os apaixonados pelo entretenimento e por artistas renomados do mundo gospel, mas um programa para toda a família”, explica a apresentadora Mônica Cintra.

A primeira vez que a sementinha desse projeto foi colocada em mim, foi através da minha mãe há 20 anos“, revelou Luciano, ao lembrar que dona Helena pediu para que o filho gravasse um álbum de louvores, em entrevista ao portal G1.

Na ocasião, Luciano destacou que com o passar do tempo essa vontade foi crescendo e decidiu compartilhar a ideia com seu produtor sobre a viabilização desse projeto. Porém, somente em julho de 2019, durante um ensaio para o show da turnê “Amigos – 20 anos”, ele decidiu retomar a ideia e, em 2020, conseguiu colocar o projeto em prática.

Leia Também:

Zezé Di Camargo e Luciano desmentem separação, mas priorizam projetos solos

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Zezé Di Camargo e Luciano não oficializaram o fim da dupla sertaneja, mas praticamente confirmaram os rumores de uma crise entre os irmãos após anunciarem uma “pausa” em 2022 para priorizar a carreira solo. Há muito tempo as relações entre a dupla estão estremecidas. Para quem não lembra o principal estopim do desentendimento entre os irmãos aconteceu no final de outubro de 2011, onde depois de um desentendimento no camarim eles anunciaram o fim da dupla.

Luciano acabou parando internado na UTI de um hospital em Curitiba após misturar bebida alcoólica com medicamentos que ele tomava para emagrecer. Na ocasião, seu Francisco viajou até em Curitiba e fez seus filhos prometerem não acabar a dupla enquanto ele estivesse vivo. Os irmãos cumpriram a promessa!

Um ano após a morte do patriarca, os projetos individuais de Zezé Di Camargo e Luciano criaram força o que fez aumentar os rumores do fim da dupla. Esta semana o marido de Graciele Lacerda veio à publico, mas não confirmou o rompimento do irmão. Em entrevista à QUEM, Zezé anunciou uma pausa na rotina de shows massiva com o irmão, que deve diminuir:

“Menos shows é necessário. Não dá também, porque eu e Luciano estamos com muitos compromissos (ele com o lado gospel). Zezé e Luciano pertencem aos fãs, ao nosso público. Enquanto eles quiserem, a dupla vai existir. Essas pessoas não podem ficar órfãs. Vamos diminuir os shows, mas Zezé Di Camargo e Luciano não vai deixar de existir”, afirma ele, que explica a necessidade de trabalhar sonhos solos para ele e para o irmão.

E sertanejo aproveitou a oportunidade para reforçar o lançamento de seu documentário na Netflix e a gravação do seu novo álbum que acontecerá em sua fazenda “Não faltam projetos. Depois da minissérie É o Amor: Família Camargo, tenho um disco que fiz com Wanessa, pai e filha, para lançar no dia 10, e também tenho um projeto solo que gravei um disco inteiro na fazenda”, conta.