Para não manchar o nome de Marília Mendonça, família libera gravação com Naiara Azevedo

34

A família de Marília Mendonça autorizou a divulgação da música “50 por cento” na versão original gravada com Naiara Azevedo

Após os inúmeros atritos envolvendo o lançamento da música que Naiara Azevedo gravou com Marília Mendonça, um novo capítulo surgiu e foi favorável a cantora que está confinada no Big Brother Brasil 2022, aliás, ela chegou a ser acusada de usar a imagem de Marília Mendonça para se promover dentro do reality show da Globo.

Leia mais:

É importante frisar que a música “50%” gravada com a rainha do feminejo em vida, foi alterado por Naiara Azevedo. Esse foi o fato que incomodou a família da falecida e diante disso surgiu todo o caos, de acusações, apontamentos e desabafos.

O Movimento Country chegou a apurar que Naiara Azevedo não era de fato a vilã da história, pois a produtora ‘Som Livre’, responsável por cuidar de todos os tramites envolvendo as músicas de Marília Mendonça, havia autorizado a divulgação do single alterado.

Em nota, eles negaram a autorização e disseram que tudo estava ocorrendo de acordo com os tramites. No entanto, o advogado da família informou que “50 por cento” foi autorizado e poderá ser lançado em breve.

A mãe de Marília Mendonça informou que a revolta com Naiara Azevedo foi por ela tornar o clipe apelativo, pois na versão modificada, a cantora aparece chorando pela morte da rainha da sofrência e a família não quer associar sua morte com tristeza.

Entenda a polêmica

Naiara Azevedo e Marília Mendonça (Foto: reprodução)
(Foto: Reprodução)

A confusão começou quando Naiara Azevedo deixou um vídeo gravado, antes de estar confinada no BBB22, anunciando a divulgação da música “50%” com Marília Mendonça. O irmão da cantora foi as redes sociais acusar a confinada no reality show de tentar se promover com a imagem da irmã. Dias depois, a mãe da cantora também se manifestou e contou que em nenhum momento a dona do hit “50 reais” pediu autorização para divulgar  a música que havia gravado com ela ainda em vida.

Logo depois, a “Som Livre” se manifestou e explicou que de fato ela pediu para divulgar a ,música mas tudo ocorria em tramites legais. E a história deixou a duvida de quem era vilão e quem era o mocinho. Após apuração do Movimento Country, foi constatado que a produtora havia falhado.

Mas entre tanta confusão, a mãe da Marília Mendonça autorizou o lançamento da música, mas, na versão original. Já que Naiara Azevedo gravou um clipe apelativo chorando com imagem de Marília no telão.