Filho de Marília Mendonça chama pela mãe ao ver video de sósia cantando na internet

Este fim de semana o vídeo da cantora catarinense Juliana Cavalheiro Bentz impressionou o público pela voz e pela semelhança física com Marília Mendonça

O vídeo de Juliana Cavalheiro Bentz, onde ela surgia cantando a música de Marília Mendonça  “Todo mundo menos você”, em um ponto de ônibus de Chapecó, Santa Catarina, viralizou e virou sucesso entre os fãs da rainha da sofrência, que recentemente se tornou a mulher recordista de views no YouTube.

O vídeo fez tanto sucesso, que chegou nas mãos Ruth Moreira, mãe da cantora que faleceu em novembro passado após um trágico acidente aéreo em Minas Gerais. A vó do pequeno Léo ficou impressionado com a semelhança da sósia catarinense.

Ao tomar conhecimento do vídeo, Ruth seguiu Juliana nas redes sociais e fez questão de entrar em contato com a artista para se certificar se a voz era dela mesmo, ou se estava dublando sua filha.  A cantora contou todos os detalhes ao portal ND+ de Santa Catarina, e revelou que o que mais impressionou foi o relato de Ruth ao dizer que Léo, de apenas 2 anos e 4 meses, achou Juliana parecida com a mãe. “Mostrei para o bebê, ele disse que é a mamãe”, escreveu Ruth.
Juliana ficou perplexa e surpresa com a repercussão e com o contato da mãe de Marília. “Eu não achei que iria dar tanta repercussão. Eu acho que estou sonhando, sempre amei eles e ser comparada a ela para mim foi tudo”.

A chapecoense lembra que há algum tempo clientes da loja, amigos e familiares começaram a comentar sobre as semelhanças entre elas. “Os clientes diziam que eu lembrava muito a Marília, então eu cantava para eles e todo mundo achava a voz parecida também.”

Juliana destaca que sempre foi fã de Marília e que as comparações com a sertaneja vieram ainda quando ela era viva. “De tanto as pessoas falarem das semelhanças, comecei a me apresentar em barzinhos, restaurantes e aniversários. No início tudo por prazer e amor à música e pela admiração ao trabalho da Marília. Há cerca de 7 meses passei a fazer isso também de forma profissional”, explica.

Leia Também:

Vida de Marília Mendonça pode ganhar as telas de cinema

A cantora sertaneja Marília Mendonça, em pouco tempo de carreira se transformou no maior nome da música sertaneja da sua geração. Dona de invejáveis recordes, a cantora tem em seu currículo a live mais vista do mundo com 3,2 milhões de acessos simultâneos e ainda ultrapassou nomes como Taylor Swift e Adele no Spotify.

Agora de acordo com as informações divulgadas pela coluna Splash, duas produtoras já demostraram interesse em mostrar a vida da “Rainha da Sofrência” nas telas de cinema. Aliás, Marília Mendonça sempre quis contar sua história de superação enfrentando o machismo e o preconceito na música sertaneja, e sendo uma inspiração para as mulheres de todo o Brasil.

Há cerca de um ano, o Movimento Country adiantou com exclusividade, que a cantora havia recebido uma proposta da Netflix para contar a sua história em um documentário, mas na ocasião, Marília foi obrigada a recusar o convite, devido ao contato que tinha com a Som Livre e a Globoplay para o projeto “Todos os Cantos”.

Recentemente Wander Oliveira, ex empresário da artista, confirmou que a filha de dona Ruth havia recebido o convite durante entrevista à revista Piauí. Segundo ele uma série documental sobre a cantora está sendo produzida pela plataforma de filmes.

Ele também revelou que um dia antes da sua morte, cantora havia decidido comprar um jatinho particular, pois ela odiava andar de avião bimotor por achar desconfortável e inseguro.

Marília Mendonça estava no ápice da sua carreira e era dona de um dos maiores cachês sertanejos da atualidade e seu faturamento girava em torno de R$ 10 a 12 milhões por mês, além de ostentar uma fortuna de R$ 500 milhões.