Após ser humilhado por Bruno em live sertaneja, Marrone diz que gostou de cantar sem o parceiro

Eliminado do “The Masked Singer Brasil“, Marrone revela que gostou de cantar sem Bruno em meio à polêmicas e brigas em live

Após muitas especulações e teorias sobre a participação de Marrone no “The Masked Singer Brasil, o cantor sertanejo foi o quarto eliminado do programa nesta semana e desde então tem estado nos holofotes da mídia. Ele, que enfrenta um processo judicial por causa de um calote milionário em um ex sócio, revelou ter gostado de cantar sozinho sem Bruno após sofrer diversas humilhações pelo parceiro em lives sertanejas.

Em uma entrevista a Bruno de Luca no programa TVZ nesta quinta-feira (02), Marrone revelou que passou por grandes perrengues com a sua fantasia de Boi-Bumbá, já que a cabeça era muito pesada e atrapalhava bastante sua performance no palco: “Tive um desespero, às vezes, por causa da cabeça do boi, dá um pouco de fobia na gente. Os ensaios foram tranquilos, mas a fantasia incomoda bastante, a cabeça é pesada. Tirando isso, foi maravilhoso”, comentou.

Assuntos Relacionados 

O que chamou a atenção, na verdade, foi seu talento ao cantar sozinho sem Bruno. A dupla sertaneja vem enfrentando altos e baixos e diversos rumores de separação após uma série de humilhações e brigas em lives sertanejas, que levaram Marrone até a desabafar que se segurava para não acabar com a dupla.

Mas dessa vez ele diz estar feliz por ter ganhado uma oportunidade de se mostrar mais: “Já fiz várias coisas profissionalmente junto com o Bruno, mas nunca tinha recebido um convite para fazer algo individual. Foi algo bem marcante, vai marcar a minha vida”, celebrou Marrone no programa.

E se engana quem acha que foi fácil para o cantor sertanejo guardar o segredo, já que absolutamente ninguém poderia saber da sua participação no programa: “Imagina um cara que não tem papas na língua? Se você quiser me contar um segredo, não conte! Fico louco para revelar e falar com as pessoas. Foi difícil guardar”, disparou o cantor.

Bruno gera polêmica em festa de advogado investigado pela Lava Jato

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

O cantor de música sertaneja Bruno se apresentou sozinho recentemente em Brasília. Enquanto Marrone aproveitou a companhia de demais amigos, seu parceiro de palco cantou em uma festança promovida pelo advogado Willer Tomaz, que reuniu chefes dos Três Poderes na capital federal. Em comemoração ao seu aniversário, o anfitrião do evento contou com a presença dos Presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) além, do senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ), filho “01” do Presidente Bolsonaro, por quem o sertanejo Bruno já declarou ser favorável, gerando polêmica.

A festa de ostentação em que o sertanejo cantou, no entanto, foi oferecida pelo advogado que continua tendo passe livre e boa relação com diversas autoridades embora já tenha sido preso. Isso porque, Willer foi alvo no ano de 2017, da operação Patmos, que é um desdobramento da Operação Lava Jato.

O aniversariante foi acusado de atrapalhar as investigações ao intermediar repasse de propina dentro do Ministério Público Federal (MPF). Fato é que em junho deste ano, a Corte Especial do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1) rejeitou a denúncia contra Willer. No entanto, recentemente ele foi citado por Renan Calheiros, que é relator da CPI da Covid, de possível envolvimento com Flávio Bolsonaro e com o também advogado Frederick Wassef de ter participado do esquema de compra irregular da vacina Covaxin.

Com cerca de 50 pessoas que compareceram no evento, segundo informações do Portal Metrópoles, os convidados puderam desfrutar de vinhos caríssimos, comida japonesa e champanhes. Bruno, por sua vez, cantou em um palco montado em frente à piscina da mansão e tomava uísque. O sertanejo, ao lado de Marrone, gerou revolta ao anunciar há pouco tempo um show presencial, mesmo que a pandemia ainda não tenha acabado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLeia Mais