As melhores músicas de Marília Mendonça não são as mais tocadas; veja a lista

Marília Mendonça fez muito sucesso com suas canções, mas nem todas as campeãs de execuções são as melhores músicas em termos de qualidade

Marília Mendonça nos deixou há um mês, exatamente. São trinta dias desde aquela sexta-feira que deixou o Brasil inteiro estarrecido diante do falecimento prematuro da Rainha da Sofrência em um trágico acidente aéreo. Desde aquele dia, um sem número de matérias tem sido publicadas sobre ela, sua vida, seus amores, o luto da família, o filho que vai crescer sem a mãe e, claro, sobre a vasta obra que ela deixou. Mergulhando nessas canções, cheguei à conclusão que as melhores músicas da cantora não eram, necessariamente, seus maiores êxitos em termos de streams e visualizações. Calma, que eu explico.

Já escrevi aqui nessa coluna que sua partida tão precoce e de forma tão impactante me deixou reflexiva, não apenas porque eu admiro muito a artista que ela foi, mas também porque tragédias dessa dimensão, se servem para alguma coisa além de dor, precisam nos ensinar algo. Precisamos aprender com o sofrimento para que ele faça algum sentido. Desculpa aí a filosofia de botequim. Essas reflexões existenciais têm sempre um ar meio piegas.

Escrevi aqui também que as músicas sobre bebedeira não são exatamente a minha praia, e há canções de Marília Mendonça que fizeram muito sucesso versando sobre essa temática. Tá aí “Bebi Liguei” e “Bebaça” (de todas é a que eu menos gosto) que não me deixam mentir. Ainda assim, Marília ajudou a expor e legitimar a autonomia das mulheres, donas dos seus narizes, que podem fazer o que quiserem das suas vidas, e isso incluir beber. Inclui também chorar, se rasgar, se empoderar, dizer não para comportamentos abusivos de outras pessoas, começar e terminar relacionamentos, ser a outra e ser traída com a mesma dignidade (sem juízo de valor, por gentileza).

Talvez, por conta disso tudo, daqui a algum tempo, nos lembraremos de Marília Mendonça especialmente pela liberdade feminina e representatividade de suas letras. Todavia, hoje eu quero falar de música enquanto entretenimento, do puro prazer que proporcionam cifras com melodias bem casadas, ainda que simples, e letras construídas com esmero, sem interjeições tolas ou refrões bobinhos que têm como objetivo único colar na sua cabeça. Coisa que tem de monte por aí.

Já falei e vou repetir que sou admiradora do trabalho de Marília como cantora e compositora. A voz grave, aquele contralto de peso que não precisava de firulas ou melismas para se fazer muito presente e ouvido. As letras sofridas com as quais tantos nos identificamos. Ainda assim, como acontece com outros artistas e muito frequentemente acontece comigo enquanto ouvinte de música, na minha opinião, as melhores músicas de Marília nem sempre ocuparam o topo das paradas. Paralelamente, algumas que estiveram no alto do pódio não eram grande coisa. Isso, claro, na minha opinião.

Diante de tudo isso, vou mostrar pra você as dez melhores músicas de Marília Mendonça na minha visão de colunista especializada na área, de consumidora de música sertaneja e de fã da Rainha da Sofrência. Fique super à vontade para discordar de mim, afinal, a música, graças a Deus, segue sendo um universo democrático. Já adianto que duetos e participações com outros artistas ficam de fora, por enquanto. Veja a lista:

1 De Quem É A Culpa?

Cheguei aqui com os dois pés no peito do coração sertanejo sofrido. Ouvi essa música pela primeira vez em uma gravação demo, bem antes de aparecer no DVD “Realidade – Ao Vivo em Manaus”. A força dessa letra é imensa, e os vocais de Marília no refrão são quase um grito de desespero. Composição dela em parceria com Juliano Tchula. Aliás, por onde anda você, Tchula?

2 O Que Falta Em Você Sou Eu

Do primeiro DVD de Marília Mendonça, de 2016, muito se fala em “Infiel”, da qual eu também gosto e tem o mérito de ter colocado a cantora sob os holofotes. Menção honrosa para “Impasse”, com Henrique e Juliano, do mesmo álbum, mas como eu decidi nesta lista excluir as participações de outros artistas, minha preferida desse trabalho é “O Que Falta Em Você Sou Eu”. Composição dela com Juliano Tchula (mais uma vez), que também inclui Hugo Del Vecchio e Frederico Nunes.

3 Traição Não Tem Perdão

Ah, o sentimento de culpa de quem sabe que fez coisa errada e jogou fora um relacionamento sólido! Eu amava dirigir ouvindo essa música na época do lançamento e até hoje nunca saiu da minha playlist. Introdução instrumental de saxofone extremamente chiclete, mas que funciona super bem para ilustrar a dramaticidade da letra. Adivinha quem é o parceiro de composição? Tchula, meu filho, cadê você?

4 Amante Não Tem Lar

E agora o outro lado da moeda. A amante, a quem Marília tantas vezes deu voz. Que pode ser quase tão vítima de um cidadão desonesto quanto a esposa. Que não raro se perde por amor. Que se vê em uma situação de dor e estigma, que é rotulada de nomes que não posso nem escrever aqui. Que sabe que está errada e que paga um preço altíssimo por permitir tal situação. Preciso falar que o Tchula é o parceiro na composição? Pois é, ele de novo. Que dupla que funcionava à perfeição!

5 Tentativas

Aqui saímos da Marília Mendonça compositora e ficamos com a intérprete “apenas”. Sim, apenas entre aspas, porque ela era uma baita intérprete! “Tentativas” está no meu pódio, certamente. O refrão é quase um lamento e os relacionamentos iô-iô e os dedos podres pra escolher mandam lembranças. Composição de Gabriel Agra, Graciano Teg, Thiago Teg (da dupla Thiago e Graciano), Luiz Henrique Paloni e Matheus Marcolino. E ela gravou o videoclipe grávida. Leo, sua mãe era excepcional!

6 Vira Homem

Essa música é tudo o que qualquer mulher que já foi traída gostaria de dizer ao traidor. Melodia linda e suave, é a gente vendo o moço voltar pra ex, é a gente metendo a boca no cara com classe e compostura. Sem gritaria, mas com força e propriedade. Outra composição alheia, assinada por Dito Martins e Felipe Escandurras (que já compôs para Luan Santana).

7 Ausência

Tem alguma coisa mais triste do que solidão a dois? Saber que a sua relação já acabou e que vocês se tornaram estranhos. Ver a outra pessoa se afastando aos poucos porque não tem coragem nem consideração para terminar decentemente. A única opção digna que nos resta é sumir. Composição de Juliano Tchula, agora em parceria com Hugo Henrique e Felipe de Paula.

8 Não Casa Não

Confesso que gosto dessa música por uma questão de identificação pessoal. Já estive dos dois lados, já fui a que casa e a que deseja que o outro não case. Essa sensação horrorosa de perder alguém especial, esse desejo de tentar de novo, vai que era pra ser… Outra do DVD Realidade, o segundo de Marília. Composição de Paulo Pires, Ray Antônio, Guilherme Ferraz, Sando Neto, Diego Ferreira e Everton Matos.

9 Obrigado Por Estragar Tudo

Representante do espetacular trabalho “Todos Os Cantos”, vencedor do Grammy Latino, essa canção foi gravada em Campo Grande. Triste quando a gente gosta de alguém e o outro põe tudo a perder. Se for assim, melhor que seja quando a relação nem engrenou ainda. A mulher empoderada faz o quê? Coloca o infeliz no seu devido lugar e sai de cena. Se eu disser que o Tchula é o compositor, vocês vão dizer que eu tô ganhando pra falar bem dele? Juro que não, o cara é fera! Parceria dele com os também excelentes Élcio Di Carvalho, Juan Marcos e Natanael Silva.

10 Graveto

Graveto fez muito sucesso e não poderia ficar de fora dessa lista. Caso em que a qualidade da canção e os milhões de visualizações e reproduções se alinharam perfeitamente. Só no YouTube são quase 300 milhões de views. Marília radiante em um vestido amarelo rege a multidão que estava na gravação em Belo Horizonte do “Todos Os Cantos”, cantando a plenos pulmões. Mais uma vez, a solidão a dois é o tema. Como é difícil dizer adeus! Marília sempre soube. Composição de Edu Moura, Matheus di Pádua e Normani Pelegrini.

Sobre Dyala Assef: colunista do Movimento Country, escritora, professora universitária e ouvinte voraz de todos os estilos de boa música.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLeia Mais