Sérgio Reis sofre com depressão profunda e diabetes atacada após ser ameaçado de prisão

Sérgio Reis preso? Sertanejo saiu em defesa de intervenção militar no país e esposa fez apelo: “Está muito triste e depressivo”

O cantor e compositor veterano do sertanejo Sérgio Reis cogita entrar para a política em 2022 e recentemente, se envolveu em uma grande polêmica ao atacar ministros do STF e pedir intervenção militar no país. A declaração que pode ser enquadrada como crime contra a Democracia gerou revolta no cenário político e, com a repercussão negativa de um áudio vazado em que o sertanejo faz ameaças a políticos, a esposa do artista afirma que ele está depressivo.

O desabafo de Angela Bavini que afirmou que o marido foi mal interpretado foi divulgado pela jornalista Mônica Bergamo. Com 81 anos, Sérgio Reis convocou bolsonaristas para uma grande manifestação em prol do fechamento do Congresso mas, segundo sua esposa ele só “quer ajudar a população”. A esposa do sertanejo fez um apelo durante entrevista e revelou que Sérgio está sofrendo com ataques na internet e sofrendo com graves problemas de saúde.

Assuntos Relacionados

“Ele está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Ele quer apenas ajudar a população. […] Ele é querido e amado pelo Brasil inteiro, de direita, de esquerda. […] Está magoado demais. […] A diabetes dele subiu que é uma barbaridade por causa do estresse”, revelou para a Folha de São Paulo.

As declarações de Sérgio Reis, apoiador de Jair Bolsonaro, aconteceram em meio à uma briga entre os Poderes, já que o Presidente anunciou que pretende processar os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso alegando que eles “extrapolam com os limites constitucionais”. 

Na última semana, Moraes deu ordem de prisão para o Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, que também é apoiador de Bolsonaro e fez ataques às Instituições Democráticas. É nesse sentido que se torna possível uma futura prisão de Sérgio Reis, que chegou a afirmar que Brasília seria tomada no dia 7 de setembro.

Sérgio Reis pode ser preso após atacar ministros do STF

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Após revelar que pode se candidatar na política em 2022, o cantor sertanejo Sérgio Reis tem gerado muita polêmica nos últimos dias após fazer um vídeo convocando seus fãs e caminhoneiros para uma manifestação em prol do presidente Jair Bolsonaro no próximo dia 7 de setembro, inclusive pedindo intervenção militar junto ao presidente.

Acontece que agora, de acordo com o site Em OFF, Sérgio Reis teve um suposto áudio vazado pelo perfil de Vladimir Aras no Twitter e a polêmica estourou devido às ameaças que ele faz a senadores e ministros do SFT (Supremo Tribunal Federal):

“Ambulância, polícia, bombeiro, uma emergência, somente isso, mais ninguém. Vai parar o país! Enquanto o senado não tomar essa posição que nós mandamos fazer, nós vamos ficar em Brasília e não vamos sair de lá até isso acontecer. Uma semana, dez dias, um mês e os caras bancando tudo, hotel e tudo, não gasta um tostão”, disparou em um trecho.

“E se em 30 dias não tirarem aqueles caras, nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra, pronto! É isso que você quer saber, é assim que vai ser e pronto. E a coisa tá séria, vou planejas algumas coisas pra vocês aí”, disparou Sérgio Reis no suposto áudio. Ouça:

Ainda, segundo o site Em OFF apurou, os ministros do STF já tomaram conhecimento desses áudios de Sérgio Reis e inclusive podem entrar com um pedido de prisão do cantor sertanejo a qualquer momento. Tal áudio configura como crime à democracia e pode acarretar em sérias consequências ao cantor sertanejo.