Sertanejos ‘bolsominions’ sofrem com rejeição do público após polêmicas

23

Sérgio Reis, Zezé Di Camargo e mais sertanejos sofrem com as críticas do público e boicotes após apoio a Bolsonaro e atitudes polêmicas

É fato que o público nunca vai passar a mão na cabeça de tudo que os artistas sertanejos fazem só por causa da sua fama, e na onda do cancelamento atual basta uma opinião para fazer o mundo cair aos seus pés, como aconteceu com Sérgio Reis, que teve um áudio vazado ameaçando ministros do STF, foi ameaçado de prisão e viu quase todos os artistas desistirem de seu DVD por conta das polêmicas, com exceção de Paula Fernandes.

Sérgio Reis é apoiador roxo de Bolsonaro – assim como grande maioria dos sertanejos – e o público não perdoou suas declarações, assim como a de alguns outros astros que mandam muito bem nas vendas e plataformas de streaming, mas deixam a desejar em seus posicionamentos políticos.

Boa parte dos sertanejos tem evitado comentar sobre Bolsonaro e apoiar o presidente justamente sabendo que isso pode trazer críticas e boicotes ao seu trabalho, mas Zezé Di Camargo não teve medo e declarou apoio a Sérgio Reis mesmo assim, além de defender o voto auditável e convocar a população para um ato a favor de Bolsonaro.

Assuntos Relacionados

O apoio vem desde 2018 e o público já detonou muito o sertanejo nas redes sociais, inclusive sempre quando sai alguma notícia sobre ele o fato é lembrado de forma pejorativa. Algo parecido acontece com Rick Sollo, da dupla Rick e Renner, que defendeu publicamente as manifestações do dia 7 de setembro e não ficou longe dos boicotes de boa parte dos fãs, além de inúmeras críticas na internet.

Quem também já sofreu muito com a rejeição foi Eduardo Costa. O sertanejo declarou publicamente apoio ao Presidente em 2018 e fez até campanha para sua eleição e o uso do voto impresso, mas parece ter se arrependido e chegou a lançar uma música detonando a atual situação do país. O resultado? Quem o rejeitava desde 2018 continuou rejeitando e os apoiadores de Bolsonaro também começaram a rejeitar, fizeram ameaças e boatos na época diziam até que ele estava pensando em ir embora do Brasil por medo.

Se vocês acham que a turma dos sertanejos acabou, estão enganados. Com Zé Neto e Gusttavo Lima a situação foi bem mais leve, já que ambos ainda são artistas jovens e bombados nas plataformas de streaming. Mas se engana quem acha que o público não colocou as garras de fora! Até hoje os artistas ainda sofrem com o boicote de uma parcela da população devido às suas opiniões e declarações polêmicas, mas elas acabam ficando ofuscadas pelo seu tamanho sucesso.

Logo, vale a pena ressaltar que o público em geral deixou de ser bobo e agora sabe muito bem filtrar aquilo que agrada seus interesses. Se algum artista, incluindo os sertanejos mais bombados, vai contra a população de alguma forma ou tem opiniões erradas, sofrem mesmo com o boicote e rejeição das massas que não aguentam mais essa situação em que vivemos. Agora cabe a cada um colocar na balança aquilo que transmite para seu público e analisar se isso vai ser benéfico para sua carreira ou acabar a destruindo.

Vidente faz previsão chocante para Sérgio Reis

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

A vida de Sérgio Reis virou de cabeça para baixo após ele ter um áudio vazado ameaçando ministros do STF, que correu na internet e acarretou em sérias consequências para o cantor sertanejo. O veterano, que já chegou a lutar com jacarés nas gravações da novela Pantanal, foi ameaçado de prisão e viu quase todos os artistas sertanejos desistirem de seu DVD por conta das polêmicas, com exceção de Paula Fernandes.

Agora o Movimento Country teve acesso exclusivo à revelações do médium Eduardo Sabbag, conhecido por falar sobre os famosos e acertar diversas previsões no meio dos famosos, incluindo a morte sofrida de Cristiano Araújo e o fato de Leandro estar planejando reencarnar na sua mesma família, todas informações exclusivas apuradas pelo nosso portal.

“O Sérgio Reis, obviamente que ele está em um momento meio atrapalhado, porque todas as vezes que as pessoas se envolvem em discussões desse tipo, principalmente no ramo político, onde a maldade predomina de todos os lados praticamente, é claro que ocorre uma guerra espiritual. E o certo a se fazer é se afastar, e não tomar partido, porque ele não conhece a verdade dos fatos, se toma partido sem saber a verdade absoluta”, começou sua previsão.

“Se ele não se cuidar, vai ficar muito doente, porque ele está sofrendo agora uma perda energética e (está tendo) ataques psicológicos também. E quando ele comete os exageros dele, com certeza ele atrai os encostos, mesmo ele sendo uma pessoa do bem, então ele tem que se fiscalizar mais para não cometer esses exageros, porque é inevitável que eventualmente ele atraia isso”, encerrou Eduardo Sabbag.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais