Investigação aponta crime chocante de Wesley Safadão após cantor burlar vacinação

5

Vacinação de Wesley Safadão, Thyane Dantas e produtora do cantor foi ‘ilegal, imoral e criminosa’, aponta Ministério Público

Um novo desdobramento do caso da vacinação de Wesley Safadão aponta suposto crime do cantor, de sua esposa Thyane Dantas e da produtora do artista, Sabrina Tavares. Isso porque, no dia 8 de julho de 2021, em Fortaleza (CE), um amigo e um ex funcionário do músico teriam ajudado a viabilizar a vacina Janssen para os três, já que o imunizante é amplamente aceito no exterior.

Com shows feitos nos Estados Unidos e no México, Wesley Safadão parece ter se programado muito bem antes do dia de sua vacinação para que tudo saísse como esperado. Agendado para tomar vacina com sua produtora no Centro de Eventos do Ceará, o cantor acabou se direcionando a um shopping da cidade, onde conseguiu a aplicação da dose única. 

Já Thyane Dantas ainda não estava dentro da faixa etária convocada naquela data. Com 30 anos, a esposa de Safadão o acompanhou no dia em que a idade contemplada era superior a 32 anos, o que foi um motivos para que o Ministério Público investigasse a conduta dos três.

O documento do MP com data de despacho da última quinta-feira (30) afirma que o cantor fez com que o conhecido se articulasse para ajudá-lo e enquadrou a ação como ‘ilegal, imoral e criminosa’. Vale lembrar que há poucas semanas, Wesley Safadão se dirigiu à Delegacia para depor e deverá ser em breve, novamente convocado pelas autoridades, assim como sua esposa e produtora.

Safadão está sendo investigado pela Justiça desde julho

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

Não é segredo que a vacinação do cantor Wesley Safadão, da esposa Thyane Dantas e de uma produtora do forrozeiro está sendo investigada mas agora, novas informações vieram à público e podem confirmar a fraude. Isso porque, os depoimentos à Sindicância realizada pela Prefeitura de Fortaleza (CE) sobre o caso foram colhidos e em um deles, uma servidora contou que Thyane afirmou ter 31 anos no dia de sua imunização.

Depois de ver Wesley Safadão confessar traições aos prantos, a influenciadora pode ter que arcar com as consequências de ter mentido nas etapas do processo de vacinação, já que ainda possuía 30 anos e sendo assim, não estaria inclusa na faixa etária convocada para o dia 8 de julho de 2021 na capital cearense.

A registradora do local de vacina, que cumpre o protocolo de checagem dos documentos pessoais foi quem deu o relato. “A depoente informou que não checou a idade da Srª Thyane, mas que perguntou a idade da mesma, a qual informou possuir 31 anos de idade, que estava para fazer 32 anos”, consta no documento datado de 9 de julho de 2021.

Além disso, a enfermeira que aplicou a dose única da Jansen em Thyane Dantas confirmou a versão da registradora e revelou à Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Plano Municipal de Operacionalização de Vacinação contra a Covid-19 que acreditou na idade de Wesley Safadão, da esposa e da produtora por confiar na equipe de triagem, responsável por checar os nomes e agendamentos.

Fato é que o cantor e a produtora compareceram à delegacia na manhã da última quarta-feira (15) para darem suas versões sobre o caso. Procurada, a assessoria de Wesley Safadão não quis se pronunciar enquanto o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) emitiu a seguinte nota: “O MPCE informa que a investigação está em fase de conclusão. Algumas pessoas ainda devem ser ouvidas na próxima semana, quando, possivelmente, as investigações deverão ser concluídas”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais