Wesley Safadão e Thyane se recusam a fazer doação após decisão judicial

Proposta ofertada pelo MPCE em processo de fraude de vacinação foi negada pelo cantor Wesley Safadão, sua esposa e produtora

A investigação de suposta fraude na vacinação do cantor forrozeiro Wesley Safadão, sua esposa, Thyane Dantas e a produtora do artista, Sabrina Tavares, vem sendo feita pelo Ministério Público do Ceará, que fez uma proposta de acordo aos três. No entanto, na última quinta-feira (28), os envolvidos negaram o pagamento de um valor, que não foi especificado.

Como pena da atitude imoral, a verba seria destinada a uma organização social e a investigação não teria andamento. No entanto, o MPCE informou que a decisão de ” prestação pecuniária a ser destinada a entidade pública ou privada com destinação social” estipulada pelo órgão não foi acatada pela defesa de Wesley Safadão, sua esposa e sua produtora.

Isso porque, neste tipo de acordo, é como se o crime fosse confessado e assim os danos fossem reparados. Ou seja, caso os envolvidos tivessem aceitado a proposta, eles teriam de certa forma, admitido que cometeram a fraude ao furar a fila de vacinação e burlar normas para terem acesso ao imunizante desejado.

Além disso, há uma quantia mínima e máxima estipulada para esse tipo de negociação e embora, o valor não tenha sido especificado, sabe-se que a variação é entre 1 salário mínimo e 360 salários mínimos. Sendo assim, os envolvidos poderiam ter que arcar com até R$396 mil para o livramento da investigação.

Com a negação da defesa ao acordo feito, no entanto, os fatos seguem sendo apurados pela Justiça, que já colheu depoimento do artista. A assessoria de Safadão não quis se posicionar, já que espera informações do setor jurídico.

Relembre as supostas irregularidades cometidas pelo músico

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Começando pela esposa do cantor, a influenciadora Thyane Dantas pode ter que arcar com as consequências de ter mentido nas etapas do processo de vacinação. Isso porque, durante os depoimentos dados sobre a suposta fraude à Sindicância realizada pela Prefeitura de Fortaleza (CE), uma servidora contou que Thyane afirmou ter 31 anos no dia de sua imunização.

No dia 8 de julho de 2021, a esposa do cantor ainda não estaria inclusa na faixa etária convocada para a data na capital cearense. A registradora do local de vacina, que cumpre o protocolo de checagem dos documentos pessoais foi quem deu o relato. “A depoente informou que não checou a idade da Srª Thyane, mas que perguntou a idade da mesma, a qual informou possuir 31 anos de idade, que estava para fazer 32 anos”, consta no documento datado de 9 de julho de 2021.

Já em relação à Wesley Safadão e sua produtora, os dois teriam se destinado ao local onde a vacina de dose única era aplicada. Com shows feitos nos Estados Unidos e no México, Wesley Safadão parece ter se programado muito bem antes do dia de sua vacinação para que tudo saísse como esperado. Agendado para tomar vacina com sua produtora no Centro de Eventos do Ceará, o cantor acabou se direcionando a um shopping da cidade, onde conseguiu a aplicação da Janssen. 

Isso porque, naquele dia, em Fortaleza (CE), um amigo e um ex funcionário do músico teriam ajudado a viabilizar a vacina Janssen para os três, já que o imunizante é amplamente aceito no exterior.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLeia Mais