Luciano Huck apela para Zezé Di Camargo após despencar audiência de programa

O programa “Domingão com Huck” está passando por um momento difícil com baixos índices de audiência e escalou Zezé Di Camargo para chamar o público

Desde que estreou o programa “Domingão com Huck” na tela da Globo após a saída de Faustão da emissora, o apresentador Luciano Huck vem sofrendo com baixa audiência e rejeição do público, que chegou a pedir a volta de Tiago Leifert ao programa por causa do desempenho do marido de Angélica.

No último domingo, Luciano Huck escalou a influenciadora Gkay (de 19 milhões de seguidores) para tentar turbinar o programa em um quadro que escolhia um pretendente para ela. Na ocasião, o “Domingão” atingiu apenas 12 pontos de audiência, sendo a segunda pior da história sob o comando de Huck, e chegou a ser ameaçado pelo The Masked Singer, que foi transmitido logo antes e chegou na faixa dos 10,7 pontos.

O fracasso de audiência tem sido uma grande preocupação nos bastidores da Globo e para isso, o apresentador tem convidado pessoas de peso para fazer parte de seus quadros, e consequentemente atrair mais público. Dessa vez, o convidado será ninguém menos que Zezé Di Camargo, que agita o programa dominical no próximo dia 06 de março.

Sem Luciano após boatos de que estariam prestes a se separar, Zezé Di Camargo irá falar sobre o seu novo projeto solo, além de cantar as músicas “Banalizaram” e “É o Amor”. No palco do “Domingão com Huck”, o cantor sertanejo ainda participa do quadro “Lata Velha”.

Será que a audiência do “Domingão com Huck” vai reagir com a presença do cantor sertanejo?

Leia Também:

Público quer Tiago Leifert no lugar de Luciano Huck

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Segundo uma pesquisa do site NaTelinha feita com 2.012 pessoas de todos os estados do Brasil, 51,9% dos entrevistados não apoiam a estadia de Luciano Huck a frente do “Domingão”. O site afirma que Huck é aceito principalmente pelos jovens abaixo de 15 anos, pessoas de baixa renda e os moradores da região nordeste. Entre as mulheres, 51% das entrevistas apoiam o apresentador, enquanto 55% dos homens não curtiram seu programa.

A maior rejeição de Luciano Huck é entre as pessoas de 20 a 35 anos: 57,7% das pessoas dessa faixa-etária não apoiam a decisão da Globo de colocá-lo aos domingos. Entre os mais ricos e pessoas de classe média, a situação se repete, com 62,2% e 67,6% de rejeição, respectivamente. A pesquisa também questionou o possível substituto de Luciano Huck caso a Globo optasse por desligá-lo do “Domingão” e quem venceu foi Tiago Leifert, que já havia comandado o programa durante a ausência de Faustão no ano passado.

Os motivos para tal rejeição podem ser os mais variados possíveis: quadros e formato do programa, carisma do apresentador, a marca deixada por Faustão, e muito mais. A Globo não se posicionou quanto à pesquisa do NaTelinha, mas será que podemos ter uma nova ‘dança das cadeiras’ na grade da emissora?